Seu browser não tem suporte ao JavaScript!
Recursos de
Acessibilidade:  
Tecle Alt+1 : ir ao conteúdo Tecle Alt+2 : ir ao mapa do site Texto menor Texto maior Contraste                 
Marília, 28 de julho de 2017
WILSON ALVES DAMASCENO - PSDB
Vereadores
19ª LEGISLATURA

Presidente Atual
WILSON ALVES DAMASCENO
CÍCERO CARLOS DA SILVA - PVDANILO AUGUSTO BIGESCHI - PSBEVANDRO DE OLIVEIRA GALETE - PODEJOÃO DOS SANTOS DINIZ NETO - PHS
JOSÉ CARLOS ALBUQUERQUE - PRB
JOSÉ LUIZ ZACHARIAS DE QUEIROZ - PSDBLUIZ EDUARDO NARDI - PRMARCOS JOSÉ CUSTÓDIO - PSC
MARCOS SANTANA REZENDE - PSD
MÁRIO CORAÍNI JÚNIOR - PTBMAURÍCIO ROBERTO - PPSILVIA DANIELA DOMINGOS D'AVILA ALVES - PR
Próxima Sessão

Recesso Parlamentar

Tv Câmara
Tv Câmara Agora
Tv Câmara no YouTube
Espaço Tv Câmara
Data: 05/07/2017 Hora: 15:08:19
Implantação do Parque Tecnológico de Marília é discutida em reunião com os vereadores

Os vereadores de Marília se reuniram, nesta terça-feira, 4, na presidência da Câmara, para discutirem o projeto de Lei Complementar 28/2017, batizada de "Lei de Incentivo à Inovação", que entrará em votação na sessão extraordinária, convocada para amanhã desta quinta-feira, 6.

O Projeto, encaminhado pela prefeitura, dispõe sobre a organização do Sistema Local de Inovação, visando a implantação do Parque Tecnológico de Marília.

Durante a reunião, o coordenador do centro de inovação tecnológica de Marília, Elvis Fusco, defendeu a necessidade da aprovação do Projeto. "Nosso objetivo, nesta reunião, foi esclarecer os principais pontos e objetivos da Lei de Incentivo à Inovação. O projeto contempla a implantação do sistema local de inovação, a criação do fundo de investimento em inovação e permitir que a cidade possa investir nos principais ambientes de inovação. A cidade já possui um Centro de Inovação Tecnológico e uma incubadora de empresas reconhecidos pelo governo do estado de São Paulo. O próximo passo é solicitar a implantação do Parque Tecnológico e sua gestão", explicou Elvis.

Para o vereador Mário Coraíni Júnior (PTB) a iniciativa da reunião que antecede a sessão esclareceu as principais dúvidas dos vereadores. "O Parque Tecnológico significa um grande progresso para a cidade e a iniciativa do presidente da Câmara em convocar esta reunião para elucidar as dúvidas sobre o tema, foi muito feliz. Sem a aprovação de uma lei municipal, não será possível a instalação do Parque em Marília. Com recursos que virão dos governos estadual e federal também atrairemos investimentos para nossa cidade. Nós precisamos aprovar este Projeto de Lei para o progresso de Marília", destacou Coraíni.

O secretário municipal do trabalho, turismo e desenvolvimento econômico de Marília, Cássio Luiz Pinto, adiantou que já existe um estudo de área onde poderá ser instalado o Parque Tecnológico de Marília. "A área compreende 200 mil metros quadrados e fica próxima a Lácio. Esta área, pertence ao município. Aprovado o Projeto de Lei de Incentivo à Inovação, o credenciamento provisório do Parque, será nosso próximo passo".

Para o vereador José Luiz Queiroz (PSDB), destacou a importância da reunião para a provação do Projeto de Lei. "A explicação sobre a construção desse Projeto e da importância de sua aprovação para a instalação do nosso Parque Tecnológico foi fundamental. O Parque Tecnológico irá auxiliar toda a população, gerando oportunidades de emprego, investimentos para a cidade, aumentar arrecadação e atrair novas empresas. Acredito que sua aprovação se dará de forma unanime na próxima quinta-feira", afirmou Queiroz.