Seu browser não tem suporte ao JavaScript!
Recursos de
Acessibilidade:  
Tecle Alt+1 : ir ao conteúdo Tecle Alt+2 : ir ao mapa do site Texto menor Texto maior Contraste                 
Marília, 20 de outubro de 2017
imagem
WILSON ALVES DAMASCENO - PSDB
Vereadores
19ª LEGISLATURA

Presidente Atual
WILSON ALVES DAMASCENO
CÍCERO CARLOS DA SILVA - PVDANILO AUGUSTO BIGESCHI - PSBEVANDRO DE OLIVEIRA GALETE - PODEJOÃO DOS SANTOS DINIZ NETO - PHS
JOSÉ CARLOS ALBUQUERQUE - PRB
JOSÉ LUIZ ZACHARIAS DE QUEIROZ - PSDBLUIZ EDUARDO NARDI - PRMARCOS JOSÉ CUSTÓDIO - PSC
MARCOS SANTANA REZENDE - PSD
MÁRIO CORAÍNI JÚNIOR - PTBMAURÍCIO ROBERTO - PPSILVIA DANIELA DOMINGOS D'AVILA ALVES - PR
Próxima Sessão

Sessão Solene

Título de Cidadão Mariliense ao

Sr. Júlio César Brandão

20/10/2017 - sexta-feira - 20h

Tv Câmara
Tv Câmara Agora
Tv Câmara no YouTube
Espaço Tv Câmara
Data: 03/08/2017 Hora: 08:24:13
Embaixador da Costa do Marfim propõe “Irmanamento” com Marília

Foto:Representantes da Unesp entregaram carta-proposta

Representantes da Universidade Estadual Paulista (Unesp) "Júlio de Mesquita Filho" Campus Marília, estiveram, na tarde desta quarta-feira,2, reunidos com o presidente da Câmara, Delegado Wilson Damasceno (PSDB) e com o vereador Maurício Roberto (PP) para a entrega de uma carta de proposta de "Irmanamento" entre a Costa do Marfim e Marília.

"Irmanamento" designa relações internacionais firmadas entre entes subnacionais, ou seja, aqueles que não representam o país como um todo, mas regiões dele, como províncias, estados ou municípios. Sua principal função é de promover a cooperação entre os municípios em diversas áreas como a cultura, educação, saúde, transportes, meio ambiente e desenvolvimento econômico.

A proposta partiu do embaixador do país, Silvestre Aka, que participou, recentemente, da 2ª Semana Acadêmica Africana da Unesp Marília. Durante o evento, o vereador Maurício Roberto, que representou a Câmara de Marília, entregou o título de "Hospede ilustre do Município", ao embaixador.

O vereador disse que é necessária a intervenção legislativa para que possa ser estabelecido o "Irmanamento", com a Costa do Marfim e outros países. "É preciso incentivar a criação de leis que facilitem a colaboração entre os países. A Costa do Marfim é um país em franca expansão comercial e educacional. Estão prestes a construir três novas universidades e podemos, só neste exemplo, exportar material de infraestrutura para estas edificações e muitos outros artigos e também, importar outros que necessitamos, caso sejam criados facilitadores comerciais para este relacionamento".

Para a professora Rosângela de Lima Vieira, do departamento de ciências políticas e econômicas da Unesp, a globalização também necessita de leis de incentivo. "Para concretizarmos a globalização precisamos criar facilitadores para o intercâmbio de mercadorias e de conhecimento. Exemplo disso, é que, os professores das futuras universidades da Costa do Marfim venham cursar pós-graduação aqui em Marília, no nosso campus da Unesp", disse.

Outra proposta, é a de se criar em Marília um comitê de fiscalização ao "Irmanamento".

Este trabalho serviria para fiscalizarmos se as regras estabelecidas pelas leis municipais, que deverão ser criadas, estão sendo cumpridas. Podemos oferecer nosso conhecimento e, em contrapartida, iniciarmos os trabalhos práticos de relacionamento internacional que aprendemos", afirmou Juan Orellana, aluno e diretor do centro acadêmico de relações internacionais "diplomata Sérgio Vieira de Mello", da Unesp.

Durante a reunião, foram entregues duas cartas de intenções de "Irmanamento" da Costa do Marfim. Uma endereçada ao presidente da Câmara, delegado Wilson Damasceno e outra ao vereador Maurício Roberto. "Ficamos muito contentes com a presença do embaixador da Costa do Marfim, que esteve em Marília, e também, com esta proposta de "Irmanamento" que ele nos envia agora. Acredito que todos os vereadores, ao tomarem conhecimento deste projeto irão ser favoráveis a criação de leis que facilitem as tratativas deste intercâmbio comercial e cultural entre Marília e uma cidade da Costa do Marfim", disse Damasceno.

Marília já é cidade-irmã do município japonês, Higashihiroshima. Este convênio foi oficializado em 1980, entre os prefeitos das duas cidades.