Seu browser não tem suporte ao JavaScript!
Recursos de
Acessibilidade:  
Tecle Alt+1 : ir ao conteúdo Tecle Alt+2 : ir ao mapa do site Texto menor Texto maior Contraste                 
Marília, 19 de outubro de 2017
imagem
WILSON ALVES DAMASCENO - PSDB
Vereadores
19ª LEGISLATURA

Presidente Atual
WILSON ALVES DAMASCENO
CÍCERO CARLOS DA SILVA - PVDANILO AUGUSTO BIGESCHI - PSBEVANDRO DE OLIVEIRA GALETE - PODEJOÃO DOS SANTOS DINIZ NETO - PHS
JOSÉ CARLOS ALBUQUERQUE - PRB
JOSÉ LUIZ ZACHARIAS DE QUEIROZ - PSDBLUIZ EDUARDO NARDI - PRMARCOS JOSÉ CUSTÓDIO - PSC
MARCOS SANTANA REZENDE - PSD
MÁRIO CORAÍNI JÚNIOR - PTBMAURÍCIO ROBERTO - PPSILVIA DANIELA DOMINGOS D'AVILA ALVES - PR
Próxima Sessão

Sessão Solene

Título de Cidadão Mariliense ao

Sr. Júlio César Brandão

20/10/2017 - sexta-feira - 20h

Tv Câmara
Tv Câmara Agora
Tv Câmara no YouTube
Espaço Tv Câmara
Data: 27/09/2017 Hora: 16:46:53
CPI do Ipremm é instalada

Foto:Reunião de instalação da CPI do Ipremm foi realiza

Aconteceu na tarde desta quarta-feira,27, a instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), criada pelo Ato nº 135, de 22 de setembro de 2017, de autoria da Mesa Diretora da Câmara de Marília, para investigar a situação financeira do Instituto de Previdência Municipal de Marília (Ipremm).

Presidida pelo vereador Mário Coraíni Júnior (PTB), a CPI conta ainda com o vereador e relator, José Luiz Queiroz (PSDB) e com o vereador Maurício Roberto (PP).

Nesta primeira reunião os integrantes receberam cópias do resultado da auditoria realizada no Ipremm, pela Prefeitura de Marília, um relatório financeiro elaborado pela presidência do instituto, bem como, a legislação que rege a autarquia.

A CPI também irá solicitar ao Ipremm a relação, em ordem cronológica, dos presidentes e dos conselheiros que já atuaram no instituto, desde a sua fundação. "Em face de um vasto relatório de auditoria feito pela prefeitura e o relatório enviado pela presidente do Ipremm, que é muito detalhado, nós precisamos estudar tudo isso, bem como, toda a legislação do Ipremm, para só depois podermos estabelecer quais serão as diligências que iremos estabelecer dentro desta comissão", explicou o presidente da CPI, Mário Coraíni.

Para o relator da CPI, José Luiz Queiroz, é preciso ter cautela para iniciar os trabalhos. "Não podemos tomar nenhuma decisão precipitada. Então, após recebermos cópias de toda a documentação relacionada ao Ipremm, iremos estuda-las para, só depois, decidirmos os rumos desta investigação. Também deliberamos sobre a solicitação da relação de todos os presidentes e conselheiros do instituto, até os dias atuais".

O vereador Maurício Roberto destacou a importância do tempo de análise dos documentos enviados à CPI. "Como se tratam de documentos específicos, precisam ser atentamente analisados. É imprescindível que nós tenhamos total conhecimento da legislação do instituto para podermos saber se alguma lei ou prazo foram infringidos durante o período. Também precisamos analisar as informações do resultado da auditoria da prefeitura, que nos foi encaminhado hoje. Temos muito trabalho pela frente", finalizou Maurício.

Uma nova reunião da CPI está programada para a próxima quarta-feira, 4, às 15 horas, na sala Nasib Cury, na Câmara de Marília.