Seu browser não tem suporte ao JavaScript!
Recursos de
Acessibilidade:  
Tecle Alt+1 : ir ao conteúdo Tecle Alt+2 : ir ao mapa do site Texto menor Texto maior Contraste                 
Marília, 19 de outubro de 2017
imagem
WILSON ALVES DAMASCENO - PSDB
Vereadores
19ª LEGISLATURA

Presidente Atual
WILSON ALVES DAMASCENO
CÍCERO CARLOS DA SILVA - PVDANILO AUGUSTO BIGESCHI - PSBEVANDRO DE OLIVEIRA GALETE - PODEJOÃO DOS SANTOS DINIZ NETO - PHS
JOSÉ CARLOS ALBUQUERQUE - PRB
JOSÉ LUIZ ZACHARIAS DE QUEIROZ - PSDBLUIZ EDUARDO NARDI - PRMARCOS JOSÉ CUSTÓDIO - PSC
MARCOS SANTANA REZENDE - PSD
MÁRIO CORAÍNI JÚNIOR - PTBMAURÍCIO ROBERTO - PPSILVIA DANIELA DOMINGOS D'AVILA ALVES - PR
Próxima Sessão

Sessão Solene

Título de Cidadão Mariliense ao

Sr. Júlio César Brandão

20/10/2017 - sexta-feira - 20h

Tv Câmara
Tv Câmara Agora
Tv Câmara no YouTube
Espaço Tv Câmara
Data: 04/10/2017 Hora: 14:30:32
Câmara implanta software gratuito do Senado Federal

A Câmara Municipal de Marília vai implementar o software " Interlegis", um programa de "hospedagem" de datacenter (Centro de Processamento de Dados) desenvolvido e disponibilizado gratuitamente pelo Senado Federal e direcionado às Câmaras Municipais de todo o país.

Após a implantação do novo sistema e toda migração dos dados, é prevista a economia de aproximadamente R$ 150 mil (R$ 12.300,00/mês), pagos hoje à atual empresa de informática. Mas além da economia financeira, já que o "Interlegis" tem custo zero, a mudança, prevista para o primeiro semestre de 2018, deve proporcionar um ganho em modernização, usabilidade e melhor acesso à população dos dados de pesquisa disponíveis no portal da transparência da Câmara.

Hoje algumas Câmaras Municipais de cidades da região, como Bauru (108,9km de Marília) e Assis (74,3km), já utilizam o "Interlegis" e foram recentemente visitadas pela equipe de TI (Tecnologia da Informação) da Câmara de Marília, que constatou a eficiência e qualidade do novo sistema.

Pensando nesta melhora foi feito um pregão presencial no final do mês de setembro, para contratação de uma empresa, que será a responsável por todo o processo de migração do sistema. O pregão foi vencido pela empresa Open Legis. Dos R$ 299 mil disponíveis em orçamento para a contratação deste serviço, a equipe de pregão do legislativo mariliense conseguiu reduzir este custo, fechando o contrato em R$ 210 mil, sendo R$ 150 mil para o serviço de migração do novo sistema e o restante, em 12 vezes, para a configuração do novo servidor, treinamento de servidores e personalização do sistema, de acordo com as necessidades da Câmara Municipal de Marília.

Os trabalhos deverão ser iniciados nos próximos dias e tudo será supervisionado pela direção geral do Poder Legislativo de Marília.